Home seta Especial seta História do Aeromóvel

Guia

Especial
E-mail
O que é o Aeromóvel? 
oskar coester.jpg O Aeromóvel é um meio de transporte 100% automatizado (sem condutores a bordo) que funciona em via elevada, ligando regiões das cidades, como os metrôs. Os veículos suspensos são movidos a ar. Existem modelos para 150 e 300 passageiros por viagem, cuja escolha depende da demanda do período. A tecnologia utilizada foi desenvolvida no Brasil e demonstra excelente aplicação na capital da Indonésia, Jacarta, onde funciona há 21 anos.

A Trajetória

1960 – A velocidade dos aviões triplicou, fazendo com que distâncias entre grandes centros urbanos passassem a ser medidas, não mais em “quilômetros”, mas, sim, em “tempo”. Essa revolução no transporte motivou estudos independentes do empresário Oskar Coester, com o objetivo de encontrar alternativas para mobilidade que ignorasse os obstáculos existentes das ruas e das avenidas, com baixo custo de implantação, operação e reduzido impacto ambiental;

1977 – Foi realizada a primeira experiência prática de um sistema de transporte por propulsão pneumática (Sistema Aeromovel), em uma modesta pista de aproximadamente 30 metros de comprimento com um veículo rudimentar para um passageiro;

1978 – A primeira patente foi concedida, a Oskar Coester, pela Inglaterra. Posteriormente, Japão, Alemanha, Estados Unidos, França, Brasil e outros reconheceram sua criação;

1979 – Foi assinado o convênio entre, a então, EBTU (Empresa Brasileira de Transportes Urbanos), FUNDATEC/UFRGS (Fundação Universidade-Empresa de Tecnologia e Ciências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e Coester, para a construção de um trecho experimental do Aeromovel, com 500 metros de extensão. Os testes indicaram viabilidade técnica e econômica da utilização da tecnologia em sistemas de transporte urbano de média capacidade;

Implantado em 1989, o Aeromovel de Jacarta, na Indonésia, está localizado no interior do Complexo Cultural Taman Mini Indonésia Indah. Com uma linha de 3,2 quilômetros de extensão, seis estações e três veículos funcionando simultaneamente, foi o primeiro Aeromovel a operar comercialmente no mundo e a maior obra de engenharia brasileira na região.

1980 – Um pequeno veículo de testes para 12 passageiros foi instalado e operado na Feira de Hannover, na Alemanha. Em nove dias, 18 mil pessoas experimentaram o sistema. Mais tarde, o mesmo equipamento passou a operar no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio – RS;

1981 – O Ministro dos Transportes e o Governo do Estado do RS assinaram contrato para implantação da Linha Piloto de Porto Alegre, com 1.025 metros de via elevada, conectando duas estações com um veículo articulado com capacidade para 300 passageiros;

1982 – Uma versão preliminar da Linha Piloto – de 100 metros de extensão e um veículo para 150 passageiros – foi montada em área privada para testes, em Gravataí – RS. Os ensaios foram aprovados por UFRGS, EBTU e CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), contribuindo para a implantação definitiva em espaço público;

1982 – Foi iniciada a construção da Linha Piloto do Aeromovel, na Avenida Loureiro da Silva (Primeira Perimetral). Logo após o início das obras, a liberação de recursos foi abruptamente suspensa. Para não abandonar o que já tinha sido construído, decidiu-se pelo encurtamento da linha, para apenas 650 metros, e a edificação de uma única estação, com financiamento exclusivo da própria Coester;

1983 – É inaugurada a Linha Piloto e iniciados os testes de desempenho, promovidos pela UFRGS e pelo IPT de São Paulo (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), proporcionando o ensaio, aprimoramento e certificação dos diversos componentes do Sistema Aeromovel;

1984 – O sistema obteve autorização para transportar passageiros em viagens de demonstração;

1985 – O parecer final confirmou a viabilidade da tecnologia e recomendou que a Linha Piloto fosse concluída, conforme originalmente projetada em 1981;

1986 – Com o advento da Nova República, foi assinado contrato, de 18 meses, com a FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos), para, finalmente, completar o primeiro quilômetro da Linha Piloto. Os recursos aportados pela FINEP foram totalmente reembolsados pela Coester;

1986 – Um grupo de representantes do Governo da Indonésia visitou a Linha Piloto em Porto Alegre. Surgiu, então, o interesse em construir um sistema piloto na capital, Jacarta;

1987 – A Linha Piloto em Porto Alegre é equipada com controle automatizado de operação e são adicionadas ao trecho uma seção curva, um desvio, uma rampa e outra estação;

1988 – O grupo indonésio P.T. Citra Patenindo Nusa Pratama teve concedido o direito de empregar a tecnologia Aeromovel em um anel de 3,2 km, como licenciado. Com o suporte de engenheiros brasileiros, os indonésios completaram o sistema constituído por três veículos, capacidade para 300 passageiros, seis estações de passageiros e cinco grupos motopropulsores;
   
1989 – No tempo recorde de apenas oito meses, é inaugurada na Indonésia a primeira linha comercial do Aeromovel, após oito meses de construção, pelo, então, Presidente da Indonésia, General Soeharto;

Implantado em 1989, o Aeromovel de Jacarta, na Indonésia, está localizado no interior do Complexo Cultural Taman Mini Indonésia Indah. Com uma linha de 3,2 quilômetros de extensão, seis estações e três veículos funcionando simultaneamente, foi o primeiro Aeromovel a operar comercialmente no mundo e a maior obra de engenharia brasileira na região.

2001 – Inicia-se estudo de demanda para o Aeroporto Salgado Filho e para a respectiva estação do metrô, abrangendo um horizonte até o ano 2011, desenvolvido pelo Laboratório de Sistemas de Transportes (LASTRAN) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);

2003 – A diretoria da FINEP contatou Oskar Coester com o intuito de fazer-lhe um convite para visitá-la no Rio de Janeiro, oportunidade em que apresentaria o Projeto Aeromovel, em especial, seu histórico recente e o status atual, retomando a relação estabelecida na década de 1980;

2004 – O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), através da Portaria 593, de 25/11/04, institui um Grupo de Trabalho altamente especializado para avaliar o Sistema Aeromovel. É emitido o Parecer Técnico em 09/12, o qual afirmara a importância do Sistema como um Projeto de Tecnologia Nacional, citando como exemplo de aplicação as ligações em terminais aeroportuários;

2004 – A ABSA (Aeromovel Brasil S.A.) tomou conhecimento do interesse da PUCRS em construir um sistema de mobilidade interna e realizou os primeiros contatos, iniciando-se a parceria empresa e universidade. O projeto foi reestruturado em duas fases: Pesquisa e desenvolvimento e construção de uma linha operacional no campus da PUCRS e arredores;

2005 – A FINEP sugeriu a inclusão também de uma universidade pública de renome para unir-se à equipe já configurada. Sendo, então, escolhida a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);

2006 – O mercado mundial de Automated People Movers (APMs) saltou bombasticamente, quadruplicando de volume nas últimas duas décadas, superando a marca dos US$ 10 bi;

2007 – A UFRGS, conjuntamente com a PUCRS, dentro do escopo do Projeto FINEP, encomendaram um Parecer Técnico a um dos maiores especialistas mundiais no tema, o engenheiro David Mori, da Jakes Associates Inc. O estudo tinha como objetivo colher dados sobre as tecnologias emergentes de APMs e sobre seu mercado mundial em referência ao Aeromovel (benchmarking);

2007 – A FIFA (Federation Internationale de Football Association) ratificou o Brasil como sede da Copa do Mundo de 2014, suscitando o desenvolvimento de uma série de projetos de infraestrutura de grande vulto indispensáveis para preparar o país para acolher um evento dessa envergadura;

2007 – O 80º ENAENCO (Encontro Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva) discutiu o tema “Copa 2014: o Brasil antes e depois”, apresentando um importante mapeamento da problemática e ressaltando também a importância do aeroporto como “cartão de visita” do país;
2008 – A Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S/A (TRENSURB) apresentou, em Brasília, o Plano de Articulação do Transporte Metroferroviário e suas Conexões com as Áreas Aeroportuárias. O documento foi entregue à Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana, do Ministério das Cidades;

2009 – A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) enviou aos estados interessados em sediar jogos da Copa do Mundo de 2014 um documento baseado no Caderno de Encargos da FIFA, com objetivo de sondar a infra-estrutura existente e os seus planos de adequação para se credenciarem como sede de jogos;

2010 – Foi lançado o projeto de implantação do Aeromovel, na cidade de Porto Alegre – RS, em parceria com a Trensurb. A cidade será a primeira no Brasil a possuir o sistema em operação comercial, ligando o aeroporto Salgado Filho à estação Aeroporto, da Trensurb.

 
< Anterior   Seguinte >
SegRadar
Anuncio Zsol
PlusPoint
OttoCar
Anuncio
Zsol Anuncie
Consulta Voo
Acquativa