Home seta Vivendo bem seta Nutrição da Mulher

Guia

Vivendo bem
Imprimir E-mail
Alimentar-se bem para sentir e mostrar o seu melhor

Claudia Ma. L. Accorsi
Nutricionista
CRN 4602
(51)
8186.1287

Alimentar-se bem é uma das maneiras de cuidarmos da gente e das pessoas que dependem de nós.

Uma alimentação saudável dá energia para suportamos um dia cheio de trabalho, equilibra o humor, manter o peso saudável, ajudando a elevar auto-estima.
    
O que você come pode também ser um grande suporte nos diferentes estágios da vida. As escolhas dos alimentos podem ajudar reduzir a TPM, aumentar a fertilidade, combater o estress, facilitar a gravidez e diminuir os sintomas da menopausa.
      
Independente da idade que se esteja, aderir a uma alimentação saudável vai ajudar você sentir-se no seu melhor estado físico, mental e aproveitar a vida com muita energia.
    
Uma boa nutrição começa com o básico: uma alimentação balanceada com alimentos como: cereais, frutas e vegetais frescos, gorduras boas e fontes de proteína magra.
    
Esses tipos de alimentos fornecem a mulher suficiente energia e são os ingredientes chave para sentir-se bem por dentro e por fora.
      
Dicas “top” de nutrição para a Mulher

nutricao1.jpg

 
Preste atenção nos tipos de carboidratos que está ingerindo.
   
Coloque sempre no seu prato frutas variadas e carregue nos vegetais verde. Também inclua cereais integrais (arroz e massa integral, cevadinha, triguilho, aveia, etc), leguminosas e legumes. Diminua a ingestão de alimentos processados.
   
Fortaleça-se com cálcio.

   
Mulheres tem risco elevado de desenvolver osteoporose, então é importante ingerir cálcio suficiente para dar suporte e  manter a saúde dos ossos. Enquanto que alimentos derivados do leite são ricos em cálcio, sua proteína e gordura animal podem acelerar a perda óssea. Considere também como fontes de cálcio as de origem vegetal como: leguminosas, brócolis, couve mineira, couve-de-bruxelas.
     
Não abuse da proteína.
    
A proteína animal é parte essencial de qualquer alimentação; porém, ingerí-la em excesso é particularmente arriscado para mulheres. Ingerir proteína em excesso acarreta na diminuição do cálcio. Com o tempo, este hábito alimentar em excesso pode ajudar na diminuição da densidade óssea e osteoporose.
    
Certifique-se que ingere fontes de ferro. 
    
Várias mulheres tem uma alimentação pobre em ferro. Além disso, mulheres tem perda deste mineral durante o período menstrual. Aumente a dose ingerindo alimentos rico em ferro como: carne vermelha magra, lentilha, espinafre, amêndoa, cereais fortificados com ferro.
      
Diminua bebida alcóolica e cafeína.
    
Mulheres que ingerem mais de dois cálices de bebida alcóolica por dia estão no grupo de risco de osteoporose. Consumo de cafeína interfere nos níveis de hormônio e aumenta a perda de cálcio.  Tente limitar a ingestão de álcool para um cálice por dia e a cafeína para 1 xícara ao dia.
    
Fonte: Stürmer, Joselaine Silva. Reeducação alimentar: qualidade de vida, emagrecimento e manutenção da saúde. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001. 
 
< Anterior   Seguinte >
SegRadar
Anuncio Zsol
PlusPoint
OttoCar
Anuncio
Zsol Anuncie
Consulta Voo
Acquativa